BLOG

O que as mães podem nos ensinar sobre Inteligência Emocional

Não há Pós-Graduação que se compare à sabedoria de uma mãe. Mãe é aquele ser iluminado que tem empatia pelos filhos e ao mesmo tempo sabe a hora certa de puxar suas orelhas. 

Desde o primeiro minuto como mães, estas mulheres são capazes de entender a linguagem de seus bebês (antes mesmo de começarem a falar). Elas se tornam especialistas em perceber as emoções de seus filhos quando estão crescendo e os incentivam a seguirem seus próprios sonhos quando se tornam adultos. Quanta inteligência emocional!

A palavra de uma mãe sempre tem grande valor. Como nossas primeiras líderes, elas despertam nossa autoconfiança e nos ensinam a ter responsabilidade e coragem para encarar os desafios da vida. Se erramos, elas não nos julgam, mas sempre estão lá para nos ajudar a aprender a amadurecer.

É com elas que nos sentimos mais à vontade para falar sobre nossas alegrias, medos, ansiedades e paixões. Aprendemos a nos comunicar e a nos relacionar com outras pessoas graças ao incentivo e paciência delas – quem não se lembra de ouvir a sua mãe pedindo para compartilhar um brinquedo com um irmão ou coleguinha ou insistindo para pedir desculpas para o professor quando a gente brigava na escola? 🙂

São elas as principais contribuintes para a formação de nosso caráter e identidade – as duas bases que precisamos para construir o nosso propósito e o nosso MAPA da felicidade.

As mães são extremamente produtivas e disciplinadas: entre suas múltiplas atividades diárias, sempre conseguem tempo para estarem presentes na vida dos filhos. 

Também possuem um nível de autocontrole extraordinário diante de situações de alta pressão como a ameaça de uma crise financeira ou um problema de saúde. Elas sempre superam nossas expectativas com a força incrível que têm. Mães sempre dão o melhor de si mesmas. 

São exemplos de ‘preparadoras emocionais’. São criativas para nos distrair quando sentimos raiva ou tristeza (ou quando fazemos a famosa ‘manha’), ou firmes quando precisamos de um ‘chacoalhão’ e imbatíveis nos momentos mais críticos. São mulheres generosas que renunciaram grande parte de suas vidas por um propósito admirável de educarem outro ser humano e doarem amor incondicional. 

Ser mãe é pensar no outro, é conhecer sua alma só de ver seus olhos. É se desafiar constantemente, se automotivar para seguir em frente. Ser mãe é ser um pouco psicóloga, um pouco professora, um pouco cientista e até empreendedora. É entender como o presente é valioso. É sorrir diante da jornada longa e árdua por ser capaz de enxergar a Felicidade no final.

Feliz Dia das Mães!

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on google

Posts Em Destaque

Posts
rECENTES

ARQUIVO

PROCURAR POR TAGS